O que deve (ou não) ser feito em uma cerimônia católica?

A maioria dos casais sonha em casar em uma bela Igreja, porém há uma série de detalhes que precisam ser levados em conta antes desse grande dia.

Veja abaixo tudo o que deve (ou não) ser feito em uma cerimônia católica para você não passar nenhum aperto na Igreja.

O Agendamento

O planejamento de uma cerimônia de casamento católico na verdade começa bem antes do grande dia. Os noivos precisam entrar em contato com a igreja, levando CPF e RG, para marcar a data do casamento.

O ideal é que a data do casamento seja agendada com até um ano e meio antes do dia que os noivos pretendem se casar.

Além disso, é importante passar por uma preparação, para entender a importância do matrimônio, da benção que vocês estão pedindo a Deus: o curso de noivos. No meio de todos os preparativos, é um momento muito especial para olhar para o relacionamento de vocês.

Todos os agendamentos devem ser feitos no centro paroquial da igreja que vocês escolheram.

Documentos Matrimoniais

Depois de tudo isso agendado, é ideal que o casal dê entrada nos documentos matrimoniais com pelo menos seis meses antes da data marcada.

Os documentos necessários são:

  • Cartões de nascimento dos dois noivos
  • Certidões de batismo e atestados de estado livre (para provarem que não estão casados com outras pessoas)
  • Comprovante de residência (se nenhum dos noivos residirem no mesmo bairro da igreja, é necessário dar entrada no processo de transferência junto a paróquia de domicílio)

Se algum dos noivos não for católico, não tem problema, vocês podem organizar os papéis para que o casamento também seja válido. Essa autorização é dada pelo Bispo local.

Antes de separar os documentos para casamento civil, os noivos primeiro precisam definir qual será o regime de bens:

  • Comunhão parcial de bens

Caso os noivos optem por esse regime, todos os bens adquiridos após data do casamento serão comuns ao casal. Nesse caso, os bens que foram adquiridos antes da união de forma individual, continua da mesma maneira.

  • Comunhão universal de bens

Nesse regime, todos os bens, sejam eles atuais ou futuros serão comuns ao casal. Para entrar com esse regime, os noivos precisam comparecer a um tabelionato de notas, antes de dar entrada no casamento no cartório, e fazer uma escritura de pacto-nupcial.

  • Separação total de bens

Neste caso, tanto os bens atuais quanto os futuros irão permanecer de propriedade individual de cada. Assim como o regime de comunhão universal de bens, o casal precisa ir a um tabelionato de notas e fazer uma escritura de pacto ante-nupcial, antes de dar entrada no casamento no cartório.

Dica: é possível realizar o casamento religioso com efeito civil, e na igreja mesmo vocês assinam os papéis. Nesses casos, o processo, o tempo de espera e os documentos para casamento religioso com efeito civil são os mesmos já citados. Porém, é preciso avisar ao Registrador do cartório que os noivos têm a intenção de se casar dentro dessa modalidade.

Vale destacar que, de acordo com a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP), nesse tipo de cerimônia os noivos não terão acesso à certidão de casamento na hora. Eles receberão um termo religioso com efeito civil que, quando entregue no cartório, poderá ser trocado pela certidão de casamento civil.

documentos-casamento
Casamento religioso com efeito civil.

Escolha dos padrinhos

Outro momento importante de uma cerimônia de casamento católico é a escolha dos padrinhos. São as pessoas que vão testemunhar perante a Deus a união de vocês.

O número de padrinhos em uma cerimônia religiosa geralmente é limitado a 5 casais para cada lado. Nesse momento, além de convites, roupas iguais e a música de entrada, é importante escolher casais que tenham uma ligação com a história de vocês para assumir esse compromisso.

madrinhas marsala
Madrinhas da noiva.

Contratação dos fornecedores

Quando você marcar a data e chegar a hora de decidir os detalhes, o primeiro passo é verificar com a igreja a lista de fornecedores indicados. Alguns paróquias trabalham com fornecedores específicos para o coral, assessoria ou decoração, por exemplo, então lembre-se de pedir indicações.

Tome o mesmo cuidado na hora de escolher as músicas. Dentro do casamento católico as músicas durante a cerimônia devem ser de origem cristã.

Caso tenha mais de um casamento marcado no mesmo dia, os casais deverão dividir as despesas de decoração da igreja. Como não vai dar tempo de trocar tudo, é interessante vocês conversarem com antecedência para escolher juntos os detalhes da decoração.

Orientações para o grande dia

Preparativos prontos, é hora de pensar no grande dia!

Para que tudo corra bem, é extremamente importante que não ocorram atrasos. A igreja, diferente de um salão, terá outros eventos no mesmo dia depois do seu e, por isso a tolerância para atrasos é bem menor. O ideal é colocar no convite o horário diferente do que está marcado para começar, se o casamento será às 19h, marque com seus convidados às 18h30. Assim você não corre o risco de ter uma celebração corrida.

Além disso é importante respeitar os costumes da igreja e não escolher vestidos com muitas fendas ou decotes.

Cerimonial de casamento católico

O casamento católico segue uma ordem durante toda a cerimônia. Alguns detalhes podem ser modificados de acordo com o gosto dos noivos, mas é preciso conversar antes com o padre, porém, há duas opções utilizadas: padrinhos primeiro ou o noivo recebendo a todos no altar.

entrada-do-noivo-Casamento-no-Campo
Entrada do noivo com sua mãe.

Padrinhos recebendo os noivos no altar:

  • Padrinhos e madrinhas
  • Mãe da noiva e pai do noivo
  • Noivo e mãe do noivo
  • Damas e Pajens
  • Noiva e pai da noiva
  • Entrada das alianças (crianças ou avós…)

Noivo recebendo a todos no altar:

  • Noivo e mãe do noivo
  • Mãe da noiva e pai do noivo
  • Padrinhos e madrinhas
  • Damas e Pajens
  • Noiva e pai da noiva
  • Entrada das alianças

Cortejo de saída da Igreja

Essa ordem também sofreu alterações ao longo dos anos, e pode ser feita de acordo com a vontade dos noivos e autorização da igreja. Antigamente os noivos saiam primeiro, porém atualmente eles estão saindo por último para que possam passar pelo corredor dos pais e padrinhos com a famosa chuva de arroz, pétalas de rosa, sparkles… (tudo isso também precisa ser autorizado pela igreja).

Essa ordem também é utilizada quando os Cumprimentos são feitos no formato quando os padrinhos vão até os noivos, cumprimentam e já saem.

  • Padrinhos e madrinhas
  • Pais do Noivo
  • Pais da Noiva
  • Damas e Pajens
  • Noivos
foto-guia
A famosa chuva de arroz, símbolo de fertilidade e abundância.

Dê o seu toque

É importante lembrar que o protocolo da Igreja deve ser seguido, mas cada casal pode incluir detalhes pessoais. Vocês podem adicionar o momento dos votos e trocar palavras pessoais no altar. Ou também alterar a ordem de entrada, e os noivos passam a entrar com o pai e a mãe no altar. É só combinar com antecedência com o padre e a igreja escolhida. Esses detalhes vão adicionar um toque de personalidade a cerimônia.

Para que tudo saia como planejado, é muito importante contratar uma equipe de cerimonial. Esse tipo de profissionais ficará responsável por organizar os cortejos, revisar as músicas e acertar os detalhes com o padre. Cuidando para que tudo saia perfeito! 🙂

Ainda não contratou essa equipe? Fale com a gente, estamos a disposição para ajudá-los nesse lindo sonho! ❤

cropped-img_8530.jpg
Equipe Due passando os últimos detalhes para a entrada da noiva.
Anúncios