Casar ou não no Inverno?

Resultado de imagem para casar no invernoMuitas noivinhas têm receio de realizar seu “grande dia” no inverno. Aqui no Brasil, por sermos um país tropical, ainda há muita resistência aos meses frios. Mas concorda que o inverno trás charme e está cada vez mais conquistando o coração dos apaixonados?
Porém, quem pensa em casar no inverno precisar tomar alguns cuidados para garantir que o grande dia não seja comprometido pelas temperaturas baixas. Descubra quais são eles:

8 dicas essenciais para quem deseja casar no inverno

1 – Conheça bem a sua região

É importante lembrar que o Brasil é um país com proporções continentais. Portanto, cada uma das cinco regiões proporciona experiências particulares quando o objetivo é casar no inverno.

Independentemente de onde você mora, é essencial conhecer a composição geográfica e o comportamento climático para saber que medidas precisam ser tomadas para que os convidados não passem frio.

2 – Analise a estrutura do local escolhido para o casamento

Resultado de imagem para aquecedor a gas em casamentoA infraestrutura do local que você tem em mente para o casamento precisa ser estudada com cuidado e demonstrar ser capaz de receber seus convidados com o máximo de conforto no inverno. Nada de “surpresas desagradáveis”.

O ideal é que o espaço conte com um sistema de aquecimento central ou seja capaz de indicar fornecedores especializados no assunto. Se o lugar em questão for aberto, a preocupação com a infraestrutura deve ser ainda maior, (por exemplo, locação daqueles aquecedores à gás).

Winter-Wedding-2

3 – Use cores quentes na paleta

Quem gosta da ideia de casar no inverno tem a possibilidade de abusar dos tons fechados. O marsala, que já é queridinho dos noivos há algumas temporadas, proporciona ainda mais elegância nessa estação!

Outras cores que podem integrar a paleta são o vermelho, o amarelo e o laranja. Para dar equilíbrio à composição, você pode misturar algumas delas com tons pastel e/ou metálicos.

 

4 – Adapte a decoração para o inverno

Durante o inverno, a decoração deve ser capaz de proporcionar aconchego. Móveis produzidos em madeiras escuras e os tecidos com texturas mais grossas como camurça, veludo e couro, além de elementos como tapetes e cortinas são algumas ótimas opções.

casamento-no-inverno-colin-cowie-celebrationsFOT_7166_OK1

Os objetos decorativos também podem fazer referência a estação: galhos secos, pinhas, abajures, luzes de fadas e outros itens da região são boas opções. Estilos como o rústico oferecem muitas inspirações!

Imagem relacionada

5 – Dê preferência às flores da estação

Assim como nas outras estações, dar preferência às flores típicas do inverno é o melhor caminho para quem deseja ter uma decoração de casamento mais bonita, econômica e duradoura.

As flores da estação que completam o ambiente: flores de cerejeira, boca-de-leão, copo-de-leite, gipsófila (mosquitinho), flor de ervilha e de pereiras, tulipas, rosas, astromélias, orquídeas tipo chuva-de-ouro e cymbidium.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

6 – Capriche na escolha do cardápio

Quem pensa em casar no inverno precisa ter atenção com os comes e bebes. Nessa época do ano, é importante oferecer pratos ligeiramente mais calóricos para manter os convidados aquecidos, como carnes vermelhas e massas.

massas e carnes
Massas, carnes, aves e sopas, sempre bem aquecidos em rechauds.

Comfort food – É aquela comidinha quentinha, aconchegante, que faz quase um carinho no céu da boca. Esse tipo de comida é perfeito para o inverno. Você pode servir um jantar de massas, sopas, caldos, todo o tipo de comida que irá confortar e aquecer seus convidados.

comfort-food-inverno-687x515
Comfort Food

Além disso, você pode abusar da criatividade e oferecer sobremesas deliciosas, como chocolate quente ou brownie com calda de chocolate!

doces-inverno-687x515
Inverno combina com muito chocolate!

A carta de bebidas também precisa incluir opções capazes de esquentar pessoas de todas as idades. Vinho tinto, licor e café são algumas boas opções.

7 – Escolha uma lembrancinha temática

Uma forma de mostrar aos convidados que você pensou em absolutamente todos os detalhes quando optou por casar no inverno é oferecer lembrancinhas que eles possam usar durante a própria festa.

madrinhas
Lembranças para madrinhas!

 

Lenços, cachecóis e pashminas são as opções mais populares nos casamentos invernais, mas nada impede que você busque alternativas que tenham mais a ver com o local ou a proposta do evento!

8. Use acessórios para te proteger do frio

Depois de escolhido o vestido, é preciso pensar nos acessórios. Pashminas, boleros, echarpes e todas as outras formas de proteção contra o frio devem ser usadas apenas no trânsito até a festa, casamentos ao ar livre ou dentro da igreja e em outros ambiente fechados, que se espera que tenham calefação adequada, a etiqueta não permite o uso de casacos, com exceção dos bolerinhos que façam parte do vestido, ou seja, confeccionados no mesmo tecido e cor da roupa.

capapost-14casamento-no-inverno-12

Gostou dessas dicas básicas para quem tem vontade de casar no inverno? Então aproveite e deixe o seu dia ainda mais charmoso e perfeito!

E se você já casou no inverno e tem mais dicas para compartilhar, nos conte aqui, outras noivinhas vão adorar novas sugestões! 🙂

 

 

Tendências de casamento para 2018

Veja agora as 10 tendências de casamento para 2018 que irão ajudar as noivas deixarem essa data ainda mais perfeita! São muitos detalhes importantes, mas não se desespere! Respire fundo, anote tudo e bom casamento! 😉

1. Noivas românticas

A primeira coisa que as mulheres pensam quando começam a organizar o seu casamento é como impactar o noivo e todos os convidados logo de cara. Não existe nada melhor do que um belíssimo vestido de noiva para arrasar e deixar todos boquiabertos, na sua entrada estonteante.

Em 2017, os croquis românticos estiveram super em alta, repleto de detalhes especiais e exclusivos. Agora, os looks estão muito mais exuberantes e delicados, combinando com a tendência da mistura de tecidos não tão usuais anteriormente. Crepes com caimentos esculturais, muita renda, inusitadas e lindíssimas combinações com tule, bordado floral, strass, aplicações diferenciadas, pedrarias, sem falar nos decotes que são delicados, maravilhosos e sensuais na medida certa. Um luxo! Com cortes e formatos para todos os gostos, basta você encontrar um que se adapte ao seu estilo. Vai ser amor à primeira vista!

marina
Vestido Dolce & Gabbana. Foto Instagram
Elie-Saab.
Foto: Elie Saab

vestido-de-noiva-para-cada-tipo-de-corpo-3-600x334

Não sabe qual vestido combina com você? Então leia também Vestido ideal para cada tipo de corpo

2. Sapatos de noiva coloridos

Como podemos perceber, com o passar dos anos, os vestidos de noiva evoluíram consideravelmente. Está mais do que evidente. E claro que os acessórios também acompanharam essa transformação, mas o que mais surpreendeu foi o sapato. Muitas noivas estão inovando e escolhendo modelos diferenciados, valorizando a união do conforto com o design incomum e exuberante, naturalmente. Os sapatos coloridos ganharam destaque. Originais, com muita personalidade e, o melhor, você ainda pode aproveitá-los para futuras festas pós-casamento. Então, se quiser usar e abusar deles até que se aposentem, escolha cor para os seus pés, seja na versão em veludo, com pele, com tachas, couro, alto, baixo, enfim! Os sapatos são tendência dos casamentos para 2018.

Lance-Nicoll-Photography
Foto: Lance Nicoll Photography
Greg-Finck
Foto: Greg Finck Photography
Brancoprata
Foto: Brancoprata Photography

3. Penteados presos e naturais

Um vestido romântico combina com um belíssimo penteado de noiva preso e natural. Todo mundo já sabe que aquele cabelo pesado, cheio de laquê, já está mais do que ultrapassado. Nada como uma leveza e um caimento suave para dar aquela elegância no penteado. Você pode escolher entre tranças, meio rabo, coques, cabelo liso ou ondulado, finalizando sempre uma linda coroa ou arranjo de flores naturais. Assim seu look encantador estará completo!

casamento marina ruy barbosa
Foto: Instagram
2-Brides
Foto: 2 Brides Photography
Brittany-Jean
Foto: Brittany Jean Photography

4. Convites aquarelados

Os convites de casamento são o cartão de visita para qualquer casal! É o primeiro contato do seu convidado com o grande dia, que o faz gerar toda uma expectativa. As opções de design são infinitas, mas o que está se destacando atualmente são os estilos modernos e alternativos, sendo quanto mais personalizado, melhor. Estampa, cores, flores, grafismos, aquarelas, texturas, vale tudo! Escolha o seu estilo e abuse da criatividade.

Lacie-Hansen
Foto: Lacie Hansen Photography
Jana-Dillon
Foto: Jana Dillon Photography

5. Cerimônias ao ar livre

Cerimônias ao ar livre, em meio à natureza, continuam sendo a tendência para os casamentos em 2018. Decorações com gambiarras, tecidos rústicos e elementos naturais estão super em alta. No campo, na fazenda, na praia ou no parque: não importa. Descubra o local cercado desse clima verde e de boas energias que combina mais com os dois e case! Vai ser um sonho.

Sylvie-Gil
Foto: Sylvie Gil Photography
Oliver-Fly
Foto: Oliver Fly Photography

6. Decoração é tudo!

A decoração e cada cantinho do seu casamento fazem toda a diferença para criar o clima dos sonhos e fazer com que esse dia se torne mais especial. Por isso, é essencial pensar muito bem sobre o estilo que você deseja e também cada detalhe que irá compor o cenário. Escolha o seu favorito e tome nota!

Decoração-casamento-Karina-Flores
Foto: Anna Quast e Ricky Arruda
1492607834
Foto: Divulgação Sweet Beginnings Decoração
Braedon-Flynn-3
Foto: Braedon Flynn Photography

7. Grinaldas, luzes e cadeiras: um charme!

As grinaldas estão no nosso top 10 para dar aquele toque sofisticado e charmoso na decoração. Outro elemento que não pode ficar de fora nos casamentos ao ar livre, são as gambiarras, que iluminam a o ambiente de forma rústica e romântica. Além das mesas, que estão sempre lindamente ornamentadas, não podemos esquecer das cadeiras, principalmente a dos noivos. Você pode usar, flores, plantas, folhas, placas, letreiros … fará toda a diferença!

Lane-Dittoe
Foto: Lane Dittoe Photography
Katie-Grant
Foto: Katie Grant Photography
Julie-Paisley
Foto: Julie Paisley Photography

8. Flores e mais flores

Não existe decoração deslumbrante sem a presença das flores. Muitas flores! Elas dão vida, romantismo e elegância à ornamentação, além de transmitir ótimas energias. É lógico que o casamento florido jamais sairá de moda. Então explore o mundo das flores e use-as sem medo

marina e noivo
Foto: Divulgação/Primefotocinema/Instagram
Passionate
Foto: Passionate
Michael-Radford-Photography-1
Foto: Michael Radford Photography
Carla-Gates-Photography
Foto: Carla Gates Photography

9. O boom dos bolos pintados à mão

Com o passar do tempo, as técnicas utilizadas nos bolos de casamento evoluíram, rompendo os limites da criatividade. Uma tendência para 2018 é o bolo pintado à mão. Pode ser com desenhos floridos, texturas, tintas metálicas. Complementar com elementos naturais como plantas e flores, dá um ar mais chique e romântico. Use a imaginação e faça do seu bolo uma verdadeira obra de arte.

Jose-Villa-Photography-3
Foto: Jose Villa Photography
HELLO-MAY
Foto: Hello May Photography

10. Para os convidados guardarem para sempre

As lembranças do seu casamento podem ficar guardadas tanto na memória, como também na casa de seus convidados. Então, para que eles se sintam ainda mais especiais e guardem com carinho um pedacinho do seu dia, não deixe de mimá-los com as inusitadas lembrancinhas, que são tendência sempre! Leques, plantas, sombrinhas, aromatizantes, máscaras para dormir, sachês perfumados, chinelos, … vale tudo para agradar!

Michele-Beckwith
Foto: Michele Beckwith Photography
Greg-Finck-2
Foto: Greg Finck Photography
Justin-DeMutiis-Photography
Foto: Justin DeMutiis Photography

Ideias não faltaram no nosso top 10! Proposta para todos os gostos e estilos. Agora é selecionar, criar e colocar a mão na massa! Inspire-se nas tendências de 2018 e adeque à personalidade do casal. Tudo sairá perfeito!

Fonte: Site Zankyou Brasil

Como escolher as cores dos vestidos das suas madrinhas de casamento?

Paletas de Cores para o Vestido das Madrinhas

Votos Pessoais – Como escrever? Por onde começar?

votos-william-catherine2

Já era comum no exterior e agora cada vez mais temos visto por aqui também: votos pessoais e escritos de próprio punho na cerimônia religiosa ao invés do tradicional “Eu te recebo, por meu marido e te prometo ser fiel, amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, por todos os dias da nossa vida, até que a morte nos separe“. Votos pessoais são sempre emocionantes e deixam a cerimônia religiosa com um toque pessoal dos noivos. Você quer escrever seus votos mas não sabe por onde começar? Segue abaixo algumas dicas:

  • Antes de tudo, converse com seu noivo para saber se ele está de acordo, se é a vontade dele também escrever votos pessoais ao invés do tradicional. Com o noivo concordando, passe para o próximo passo.
  • Verifique com o celebrante do seu casamento, seja padre, pastor, rabino, juiz de paz, quem for, se ele está de acordo com que os noivos usem os votos pessoais ao invés do tradicional. O celebrante da cerimônia religiosa precisa saber antes e estar de acordo.
  • Caso você ou seu noivo seja muito tímido e não esteja à vontade de escrever os votos pessoais, uma ideia é que o juramento seja escrito pelos dois noivos juntos! Escrever algo como os votos tradicionais, porém personalizado pelos dois noivos, e os dois dizem o mesmo juramento durante a cerimônia. Com certeza pode ficar lindo!
  • Não precisa e não deve ser muito longo. Por mais que sua fala esteja emocionante, os convidados perdem o foco com discursos com mais de 2 minutos, acredite.

Votos-de-casamento-Camila-Fabio

 

Tudo decidido? AGORA É HORA DE ESCREVER OS FOTOS!

Se você é daquelas que não se sentem seguras para escrever os vostos, calma, lembre-se que não existem regras, tem que ser escrito com o coração. Veja alguns pontos que você pode seguir:  –

  • Pense na estrutura passado – presente – futuro: o que mais te encantou quando o conheceu – o porquê você está se casando com ele – como você imagina o relacionamento de vocês daqui a 10 anos.
  • Liste os 10 motivos pelos quais você o ama e quer amar para sempre;
  • Pense nos motivos os quais que ele te faz uma pessoal melhor, o que você aprendeu como pessoa com ele neste tempo de namoro. Liste estas histórias no seu discurso.
  • Como você vê sue casamento daqui 10, 20, 30, 40, 50 anos juntos em termos de sonhos e objetivos? Imagina que emocionante assistir o vídeo do seu casamento com seus votos daqui 10 anos e ver as realizações dos sonhos planejados quando se casaram.
  • O seu discurso não precisa ser “choroso” se você é uma pessoa engraçada normalmente. Você pode contar uma história divertida que demonstre a relação de vocês ou até mesmo aproveitar o momento para se declarar e fazer as próprias promessas como amá-lo mesmo quando ele preferir jogar futebol no domingo de manhã, por exemplo. Lembre das histórias engraçadas que vocês viveram juntos, mencione estas passagens de alegria, dê gargalhadas, diga que é assim que você quer seu casamento para sempre. 🙂

 

votos-personalizados_600_20-02-13

Fonte: Vestida de Noiva, por Fernanda Floret.

Quem convidar para o casamento?

Quando os noivos pensam na festa de casamento logo vem à mente a tão complicada lista de convidados. São muitos conhecidos, amigos, vizinhos, parentes, colegas de trabalho e até contatos da internet. Mas como equilibrar o número de convidados e o orçamento da festa? É preciso convidar a namorada do primo que você nem conhece? E as pessoas da empresa? É indelicado não chamar aquela tia distante?

Para ajudar nessa decisão, encontramos uma fórmula super prática para calcular se aquele convidado que está sobrando na sua lista realmente deveria ser chamado. Confira abaixo e responda com sinceridade, heim! rsrs999746_123236371195980_1860052483_n

Se ainda assim ficou difícil, veja abaixo as 15 dúvidas mais frequentes, pois certamente elas ajudarão você a não errar na sua lista de convidados.

1. Por onde começar a lista de convidados?
A lista de convidados é o primeiro passo para o planejamento de um casamento bem sucedido, já que a quantidade de pessoas interfere diretamente em diversos itens, como o local da recepção e a quantidade de bebida. Comece a lista pelas pessoas mais próximas, aquelas que efetivamente participam da vida do casal. Depois, considere parentes mais distantes, amigos dos pais e do trabalho. Uma dica para organizar a lista de convidados é começar pelos bisavós, em seguida pelos avós, tios, primos, padrinhos e amigos. Outra sugestão é fazê-la em ordem alfabética. Assim, evita-se repetir nomes e fica mais fácil conferir se faltou alguém.

2. Como equilibrar orçamento e o tamanho da lista?
Não tem jeito: a lista deve ser elaborada levando em conta o orçamento. Por isso é tão importante que ela seja definida logo no início do planejamento – e, na dúvida, o melhor é partir de uma quantidade modesta de convidados. Se mais tarde o casal perceber que existe sobra no orçamento, aí sim a lista pode ser ampliada.

3. Quais são os erros mais comuns na elaboração da lista? Como evitá-los?
Um erro comum é os noivos fazerem listas separadamente. Ela ficará mais extensa e possivelmente fora do orçamento. Outro equívoco é convidar pessoas apenas por protocolo, ultrapassando o limite pré-estabelecido de convidados.

4. Com quanto tempo de antecedência a lista deve ser elaborada?
A lista deve ser feita no começo do planejamento. Dela dependem escolhas cruciais, como o número de convidados para o buffet e a escolha do espaço da festa. Mesmo para um casamento só na igreja é necessário saber a quantidade de pessoas, para encontrar um local que possa acomodá-los confortavelmente.

5. Os pais podem interferir na escolha dos convidados?
Não. A festa é do casal. Mas é um gesto educado e delicado permitir que os pais possam convidar algumas pessoas de seu círculo de amizades. O mais importante é conversar e deixar claro os custos envolvidos e as limitações.

6. Quais critérios utilizar para cortar nomes da lista?
Quando precisarem “cortar” nomes, avaliem quem são os convidados obrigatórios e, especialmente, a proximidade destas pessoas com os noivos.

7. Qual a porcentagem média de convidados faltosos? Posso considerar isso na hora de elaborar a lista?
Depender da possibilidade de falta para convidar pode ser perigoso. Mas, em geral, existe uma variação de 10% a 20% de faltosos.

8. O que fazer se a família do noivo está bancando a festa e acha que pode convidar mais pessoas?
Para evitar esta armadilha, converse e deixe claro desde o início, quando qualquer uma das famílias se oferece para ajudar com as despesas. A festa é do casal e eles precisam estar à vontade quanto às pessoas que vão participar da celebração. Mas é educado permitir que os pais convidem um determinado número de pessoas de seu convívio.

9. Como convencer os pais de que não é possível convidar aquele antigo amigo, que mal conhece os noivos, já que o orçamento está apertado?
Se o casal considerou uma pequena cota na lista para os pais, dificilmente isso acontecerá. Mas se isso não foi possível, converse com os pais sobre as dificuldades com o orçamento e explique que os custos de muitos fornecedores estão relacionados à quantidade de convidados.

10. É preciso convidar o namorado de uma amiga que gosto muito ou posso chamar somente ela?
Pode-se convidar somente a amiga, mas dificilmente alguém vai a um casamento sozinha, principalmente se a convidada não conhece mais pessoas além dos noivos. Se o número de convidados já está no limite, os noivos têm o direito de não chamar e explicar o porquê, mas correm o risco da amiga ficar chateada e não comparecer ao evento.

11. Fica indelicado convidar apenas o amigo e deixar de fora a família dele, já que não temos muito contato?
Não. O convite deve ser feito às pessoas mais próximas e que participam da vida do casal. Neste caso, coloque no convite apenas o nome do amigo.

12. Como responder a pedidos indiscretos, como o de um primo que quer levar a garota com quem ele está ficando?
Diga a ele que realmente ficariam muito felizes com a presença dela, mas o orçamento está bem complicado e por isso vocês precisaram manter a quantidade de convidados prevista no início.

13. Como convidar colegas de trabalho? Chamo somente os mais próximos ou preciso convidar a todos?
Se não for chamar ninguém do trabalho, evite comentar sobre o casamento. Caso queira convidá-los, priorize aqueles com quem os noivos têm uma relação fora do ambiente de trabalho ou os mais chegados, entregando a eles um convite individual.

14. O RSVP é aconselhável?
O serviço de confirmação de presença (RSVP é sigla para Répondez S’il Vous Plaît, expressão francesa que significa algo como “responda por favor”) é interessante para o casal ter noção, ainda que de modo aproximado, da quantidade de convidados. Assim, evita-se o desperdício ou a falta de algum item. Nos últimos 10 dias antes do evento, imprevistos podem alterar um pouco o quadro. Mas o número de confirmações fica bem próximo ao real.

15. É indelicado pedir para confirmar presença e, a partir daí, convidar outras pessoas que estavam de fora?
Sim. O RSVP é uma ferramenta útil, mas como o retorno é obtido apenas 15 dias antes do evento, fica muito em cima da hora para convidar outras pessoas.

 

Fonte: Delas, IG São Paulo